Blog Luisa Mell

Confira os Benefícios que os Pets trazem às crianças! ” Não abandone seu peludo qd seu bebê chegar”

Ter uma relação afetiva com um animal de estimação é uma experiência mágica  que só quem tem pode explicar. É um exercício diário de troca amor, de aprendizado, de paz e de muita alegria.

Pode-se dizer até, que é uma forma de terapia, onde o que prevalece é um incrível conhecimento destes seres puros e que amam incondicionalmente.

Quando damos para nossos filhos um cão ou um gato, além de estarmos proporcionando todas essas experiências desta saudável convivência, ainda há muitas outras razões que mostram o quanto vale à pena ter um pet em casa.

 

Estudos recentes demonstram que existem vários benefícios dos animais de companhia no desenvolvimento psicológico, social e na qualidade de vida das crianças, tais quais, aumento da responsabilidade, diminuição da ansiedade e stress, contribuição no aprendizado, integração familiar e diminuição do risco de desenvolvimento de alergias.

Por isso hoje vou detalhar vários benefícios que os animais trazem às crianças, baseada, inclusive, em algumas experiências pessoais.

lidi1

 

Alergias

Crianças  que são criadas com animais desde bebês, diminuem o risco de desenvolverem algumas alergias, inclusive asma. Ao contrário do que se poder supor, a existência de animais em casa pode ajudar a COMBATER o aparecimento de alergias. Os mais recentes estudos científicos nesta área demonstram que os bebés que se relacionam com animais até o primeiro ano de vida, têm menos risco de doenças alérgicas.

Pesquisadores notaram que quando as crianças crescem numa casa onde há cães ou gatos, elas têm menos probabilidades de terem alergias. O mesmo ocorre com as crianças que moram em fazendas onde existem grandes animais. Além disso, níveis mais altos de alguns sistemas químicos ligados à imunidade indicam um sistema imunológico mais forte. E mais: por mais contraditório que pareça, crianças que crescem com gatos têm menos riscos de desenvolver asma. “Ninguém sabe ao certo porque isso acontece, mas Um  estudo de Dennis Ownby, MD., pediatra e chefe do departamento de imunologia e alergias do “Medical College” em Georgia tem uma teoria: “Quando uma criança brinca com uma cão ou um gato, estes normalmente o lambem”, disse. “Essa lambida transferem as bactérias que vivem nas bocas dos animais e essa exposição a essas bactérias podem chegar a mudar o sistema imunológico como uma resposta a essas alergias”

lidi4

2- responsabilidade e compromisso

 Amigos de quatro patas são ótimos para o desenvolvimento da responsabilidade das crianças. Saiba porque.

Invariavelmente chegará um dia  que a criança  vai começar a pedir um cão ou um gato de presente. Muitos pais podem não ficar muito felizes com a ideia . Nem todos querem ter ” trabalho” como cuidados, assistência veterinária, passeios, higiene e tudo o que envolve posse responsável de um animal estimação. A alegação é que todo o trabalho vai “sobrar”pra eles.

Mas o que talvez muita gente não saiba é que Cuidar de um animal ensina às crianças valores como a responsabilidade pelo bem-estar de terceiros. Saber que ele necessita de comida, água, exercício e companhia é meio caminho andado para transmitir o que é a compaixão e empatia e os mais novos descobrem o que significa ter alguém que confia neles. Minha mãe sempre conta que aprendeu a ser mãe aos 14 anos, quando a condição para ter um cão era que ela cuidasse do animal. Minha mãe, então uma adolescente, assumiu a responsabilidade de participar ativamente dos cuidados do cão: dava mamadeira ao pequinês de três meses, depois o ensinou a fazer xixi no lugar certo e o levava para passear, quando voltava do colégio. Esse aprendizado foi fundamental quando, aos 21 anos tornou-se mãe ( de mim) e percebeu que as regras eram as mesmas: responsabilidade, compromisso, atenção, cuidados e, é claro, muito amor! Aprendeu cedo  que cuidar de um ser vivo exige tudo isso. Aprendeu com o cão a ser responsável.

lidi6

Ansiedade e stress

Minha mãe passou anos negando um cão para mim e para minha irmã, com o argumento que o sofrimento terrível de ter sacrificado o seu cão, que teve câncer na boca, era tão grande que ela não queria passar novamente por essa experiência dolorosa. Até que um dia leu uma matéria que dizia que crianças ansiosas melhoravam com a companhia de um cão ou gato. No dia seguinte, minha mãe, eu  e minha irmã,fomos adotar nossa Dino.

E deu certo. Minha irmã era agitadíssima e muito ansiosa e a convivência com a Dino  se mostrou absolutamente eficaz.Vários estudos comprovam que a convivência de crianças com animais de estimação diminui a ansiedade.

Afagar um cão ou gato pode ter um efeito calmante. Além disso, as crianças( assim como muitos de nós) falam com seus animais, desabafam suas angústias, seus medos. Seus desejos e planos. Lêem pra eles e tudo isso tem efeito terapêutico e de aprendizado. Ao ler para um Animal, a criança exercita a leitura sem nenhum temor de ser julgada. A solidão também não existe para crianças que tem um companheiro de 4 patas. Brincam, imaginam e se aventuram juntos. O stress também diminuiu com a convivência com animais.

Com minha irmã deu certo. E você sabe de alguma história onde cães tenham ajudado crianças ansiosas?

 

lidi2

Integração familiar e diversão 

Assim como um bebê monopoliza as atenções de uma família, onde todos ficam concentrados a cada gracinha, riso ou movimento da criança , um cão também age como integrador familiar pelas mesmas razões. Jogar a bolinha, oferecer petiscos, ensinar, brincar, cantar ou simplesmente observar os peludos, são ações onde todos os familiares participam alegremente.

As crianças que ficam em seus quartos, passam  a ficar mais tempo reunidas com a família na sala, cozinha ou no quintal,quando tem a companhia de um pet.

lidi3

Menos egoísmo, mais afetividade e auto-estima.

Segundo estudos Comportamentais, As crianças que convivem com animais são mais afetivas, dividem suas coisas, são generosas e solidárias, demonstram mais compreensão dos acontecimentos, são  mais observadoras, sensibilizam-se com as pessoas e situações e desenvolvem uma boa auto-estima.Tem mais facilidade para lidar com as frustrações e liberta-se do egocentrismo. Afinal dividir espaço, aceitar ver alguns objetos pessoais “destruídos” pelos peludos, é uma maneira de se desprender.

Quer mais?

Um cão ou gato proporcionam a uma criança e sua  família alegria e diversão garantida a cada abandar de rabo, a cada recepção calorosa, a cada lambida, aprendizado e demonstração de amor. Todos os dias são uma festa!

E aí vai resistir aos apelos do seu filho em ter um pet?

Caso contrário e aceitar dar um animal a seu filho, há em cada esquina, em cada canto, em cada ONG , ccz, um animal precisando de um lar, pronto para trazer à. sua casa e à sua família  muito amor e felicidade.

FONTES: hypescience.com  arcadenoe.sapo.pt

Fotos maravilhosasa da Lidiane Lopez

 

Postado por
Data
7 junho, 2015
Categoria
Comentários
Deixe um Comentário

Deixe um Comentário pelo Facebook

Deixe um Comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *